Resenha #1: Tudo o que ela quer, de Erika Rossas


Sara Montezuma é exatamente o que qualquer mocinha de romance jamais pensou em ser. Ela é rainha do drama e da manipulação, odeia compromisso, despreza responsabilidades, só gosta dos caras errados, tem um buldogue chamado Adolf e vive constantemente de ressaca. Que ela sempre foi meio narcisista e politicamente incorreta, todo mundo já sabia. Mas tentar pular o muro do colégio foi certamente o estopim. O resultado dessa pequena aventura? Um carimbo de expulsão no histórico escolar e uma viagem só de ida para a bonita e tranquila Campos do Jordão. Era um novo começo. E Sara estava se divertindo como nunca havia se divertido antes. O maior problema é que, mesmo com todas as festas e distrações, ela não podia se sentir mais infeliz. E quanto mais infeliz ela se sentia, mais disposta estava a encontrar a felicidade. Nem que precisasse procurar por ela em todos os lugares. Até mesmo no fundo do poço. Tudo o que ela quer é uma história pra lá de audaciosa, feita principalmente para quem já cansou de ler sobre mocinhas comportadas e príncipes em cavalos brancos.
Durante a narrativa, conhecemos Sara Montezuma. Uma garota rebelde e inconsequente que vive trazendo problemas para o seu pai, que faz de tudo para controlá-la. Inútil. Certo dia, Montezuma é pega pulando o muro da escola e, depois de tantas travessuras, acaba sendo expulsa. Dr. Haroldo, seu pai, não vê outra solução a não ser mudar-se para São Paulo, buscando afastar a filha de outras confusões.

Durante uma viagem para Campos do Jordão, o seu pai acaba recebendo uma proposta de emprego e decide se mudar para lá permanentemente. E é lá que Sara começa a fazer novos amigos. E também é lá que a sua vida volta a forma anterior. Sexo, bebedeiras, festas e falta de compromisso. Mas, ainda sim, Sara continua pertencendo a Sampa. Com a perda de seu padrinho Joel, as coisas ficaram ainda piores agora que estava longe de sua tia, Vitória, e de Gabriel Bosi. Até que Haroldo Haroldo os convida para morar em Campos.

A partir daí, Sara começa a beber ainda mais, transar mais, se drogar mais e o buraco em que ela afunda se torna ainda maior. Montezuma parece ir de mal a pior e recusa-se a aceitar qualquer ajuda, principalmente se essa for dada por Bosi. Agora, Sara precisa perceber e rever suas atitudes antes que tudo esteja perdido.

Eu fico tentando entender essa necessidade que as pessoas têm de encontrar o amor. Como se fosse a resposta para todas as perguntas e a solução para todos os problemas.
Como podemos perceber, a protagonista desse livro é totalmente o avesso das demais. Esse é ponto principal da estória e a principal diferença entre esse livro e os demais. Na maior parte da estória, considerei as atitudes da protagonista bem divertidas e me renderam boas risadas, mas, em outros, tornava-se um pouco irritante já que ela parecia uma verdadeira megera. Não sei se essa foi a intenção da autora, mas essa relação de amor e ódio com a protagonista me prendeu ainda mais na estória.

O livro tem uma linguagem fácil. E a relação entre o Gabriel e a Sara é desenvolvida dentro dos padrões que a autora mostra para o livro desde a sinopse. Os dois brigam como cão e gato, mas sempre que é necessário estão ali um para outro. O meu coração é totalmente do Gabriel, e em alguns momentos, quis estrangular a Sara por algumas atitudes.

Mas, mesmo assim, é impossível não torcer por essa mocinha que não tem nada em comum com as outras. A Erika conseguiu construir uma personagem muito forte e bem desenvolvida. Aliás, todos os personagens do livros foram extremamente bem desenvolvidos, cada um com seus traços e personalidades que os diferenciam.

O livro tem um clima leve, mas, ao mesmo tempo, uma linda mensagem. Aprendemos sobre a coragem de assumir os seus erros e começar novamente. O crescimento da Sara durante o livro é fantástico de se acompanhar. Esse livro pode não ser o conto de fadas que você imagina, mas ainda sim é imperdível. Com uma ambientação leve e o clima bem sessão da tarde, a Erika consegue surpreender a cada linha e encantar a cada página.

As pessoas vão embora, garoto. É assim que a vida é. O que você quer ou deixa de querer não importa de maneira alguma.
Título: Tudo o que ela quer
Autor(a): Erika Rossas
Páginas: 400
Editora: E-book

Avaliação Final:

             



Livro cedido em parceria com a autora.

Quotes Perdidos

Norte riograndensse, blogueira por amor ao livros. Curte séries tanto quanto ama terror. Um bom drama vale a pena e nada melhor que um filme junto com um friozinho. Prazer, pode me chamar de Andy.

Nenhum comentário:

Postar um comentário