Resenha #16 - No Fio da Vida, de Paulo Azevedo


A vida, a tênue linha que separa a vitória das decepções, o sucesso do fracasso, o amor da dor, a razão da inconsequência, é aqui romanceada. As aparências enganam, e, de onde menos se espera, podem surgir os mais nobres ensinamentos de vida. Pode um simples e velho faxineiro influenciar um grande escritório de Direito Internacional? Como se libertar das lembranças entranhadas na essência de uma infância difícil? Personagens do dia a dia, comuns e verdadeiramente humanos, nos quais afloram as suas nuances reais, como paixão, medo, culpa, inveja, dúvidas, fé, depressão, vaidade, trabalho, poder, felicidade e outras tantas compartilhadas no viver de cada personagem. Leitura fácil e envolvente. Diálogos criativos, profundos, por vezes densos, bem-humorados e, vez ou outra, regados a bons vinhos. A história acontece na cidade do Rio de Janeiro, com um final surpreendente e inesperado. Uma celebração à vida através das nossas escolhas.
A narrativa conta a estória de José, um rapaz de origem humilde e sem muitas oportunidades. José cresceu em um ambiente abalado devido ao casamento dos pais. Sua mãe deixou de lado todos os sonhos ao casar com seu pai, homem melancólico e carrancudo que se recusa a acreditar em crescimento pessoal, aceitando a vida exatamente como ela é. No entanto, José sempre foi um garoto estudioso e, aos 22 anos, graduou-se em Direito. Devido aos seus esforços e sonhos, José é contratado para trabalhar em um escritório cujo dono é o seu professor.

Quando tudo parece estar melhorando, o pai de José acaba sofrendo um acidente de trabalho e perdendo sua perna. A partir daí, a vida na casa de José tornou-se ainda pior, fazendo com que o garoto decida mudar-se para um casa que fosse apenas sua. Apesar disso, o jovem não guardava mágoas do pai. Crescendo cada vez mais em seu trabalho, José conhece Cardoso, um faxineiro que sabe grandes lições da vida e torna-se grande amigo de José.

José acaba se envolvendo com uma secretária discreta que trabalha no escritório. Inicialmente, os dois optam por um relacionamento não tão sério. Durante esse tempo, José acaba sofrendo a perda de seu pai e o renascimento de sua mãe que, agora, poderá seguir e tentar todos os sonhos que sempre tivera. José enfrentará momentos difíceis e conflitos internos até entender as grandes lições que a vida tem para lhe dar.

Na vida, a única regra é a impermanência, tudo flui, tudo passa.
Já escrevi algumas resenhas aqui no blog e, sem dúvidas, essa será uma das mais difíceis. Não tenho palavras suficientes para descrever esse livro e o quanto ele mudou pouco a pouco um pedacinho de mim durante a leitura. Quando busquei o Paulo para propor uma parceira, o que havia me chamado atenção no livro era o tom reflexivo e curioso que encontrei na premissa, mas o livro se mostrou um ensinamento profundo para o leitor.

O personagem mais fantástico do livro, e aquele que me passou tudo aquilo que senti que o autor queria transmitir, foi o Cardoso. O faxineiro faz um papel significativo na estória de José e, de certa forma, na nossa também. Não dá para explicar o que senti em alguns momentos ao ler as palavras dele, fiquei realmente tocada ao mesmo tempo que fui sendo tomada por um sentimento bom.


Temos a mania de pré-julgar as ações dos nossos semelhantes. Especulamos, julgamos e condenamos. Mesmo na menor evidência, traçamos a culpa do próximo. Somos tendenciosos e preconceituosos até a alma.
A escrita do Paulo é muito fluída, você vai lendo, lendo, lendo e quando perceber já leu boa parte do livro e não quer mais largá-lo. Os personagens do livros são todos muito bem construídos, cada qual com suas particularidades, e o autor consegue transmitir para quem está lendo os mesmos medos, ansiedades, alegrias e dúvidas dos personagens. Esse é o ponto chave do livro que faz com que realmente o leitor se questione sobre sua própria vida e suas escolhas.

Antes de ler esse livro, tenha em mente que você vai chorar. Porque mesmo com todo o sentimento bom que o livro transmite, acontecem coisas que não queremos que aconteçam e que deixaram meu coração partido. O livro não é de auto-ajuda, mas nos ensina bastante sobre a valorização da vida e do ser humano.

Acredito que esse livro deva ser lido no momento certo e, felizmente, eu estava no meu. Fui capaz de retirar muitos aprendizados dele e analisar bem cada ponto da leitura. Gostei bastante do desfecho da estória e de como o Paulo conduziu a narrativa. Com certeza, irei buscar para ler correndo. Quero ressaltar mais um vez o quanto gostei desse livro, talvez não tenha conseguido me expressar tão bem sobre ele justamente por isso, mas só tenho um último ponto a ressaltar: se tiver a oportunidade de lê-lo, leia. Tenho certeza que não irá se arrepender. Agradeço imensamente ao Paulo por ter me dado a oportunidade de ler um livro tão bom quanto esse.


Talvez o maior entrave do ser humano seja a ignorância. O não querer ser alguém melhor limita a vida a um domingo à tarde.

Título: No Fio da Vida
Autor(a): Paulo Azevedo
Editora: Folio Digital
Páginas: 221

Avaliação Final





Livro cedido em parceria com o autor.





Quotes Perdidos

Norte riograndensse, blogueira por amor ao livros. Curte séries tanto quanto ama terror. Um bom drama vale a pena e nada melhor que um filme junto com um friozinho. Prazer, pode me chamar de Andy.

43 comentários:

  1. Oiee ^^
    Ainda não conhecia esse livro, e, por mais que você tenha gostado dele, não consegui ficar animada para ler. Gosto mais de romances, então não sei se acabaria gostando de "No fio da vida". Bom, deixei anotado aqui, quem sabe, né? Fico feliz que você tenha gostado ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2015/12/mar-da-tranquilidade.html

    ResponderExcluir
  2. A capa do livro já me deixou bem animada com esse toque sombrio e tal, mas você ter se envolvido com a história e ter apreciado é que me fez desejar ler mesmo. Acredito também nessa coisa de ter o momento certo para se ler determinada obra e quero que este momento chegue pra mim também!!!
    Feliz 2016
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor, tudo bem?
      Acredito que essas leituras mais reflexivas tenham que ter um momento certo, se não acabamos deixando de lado algumas coisas e não entendendo bem outras. Espero que esse momento chegue logo para você, e que tu possa gostar tanto quanto eu *-*

      Beijos e feliz ano novo,
      Andy!

      Excluir
  3. Oi, tudo bem?
    Sua resenha ficou tão profunda que eu preciso urgentemente desse livro. Adoro quando o autor coloca reflexões e aprendizados durante a história, pois isso é o que mais me cativa e mais me agrega como pessoa. Já coloquei na lista e espero poder lê-lo em breve.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Não conhecia essa livro. Concordo com o comentário da Gabriela, sua resenha foi bem profunda, assim como o livro parece ser.
    A capa do livro me chamou bastante atenção.

    Beijão e Boas Festas!
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Eu já ouvi falar muito desse livro, e todas as resenhas que leio são positivas o que me deixa ainda mais curioso para realizar a leitura. Todas essas questões que você citou a cerca da obra me encheram de curiosidade, sua resenha foi uma das melhores que li sobre o livro.

    Abraços,
    http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi é complicado resenhar livros que a gente gosta muito, né? Mas a sua resenha ficou excelente e conseguiu muito dispertar o meu interesse.
    Também me apaixonei por essa capa tão bonita, beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oi é complicado resenhar livros que a gente gosta muito, né? Mas a sua resenha ficou excelente e conseguiu muito dispertar o meu interesse.
    Também me apaixonei por essa capa tão bonita, beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Fico feliz que você tenha gostado tanto do livro e que ele além de ter te trazido bons sentimentos tenha também te tocado e te feito obter vários aprendizados sobre a vida!
    É sempre bom quando uma leitura nos cativa tanto assim.


    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá, eu tenho a impressão de já ter visto a capa desse livro antes, mas não tenho certeza, de qualquer forma, eu não conhecia a história e pelo que li na sua resenha, eu acho que o livro me agradaria muit. Você falou tão bem dele, que fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  10. Suas palavras foram linda e profundas sobre esse livro. É difícil escrever de um livro que nos trás emoções mil.
    Estou curiosa para conhecer esse livro, quero ter a oportunidade de ler.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  11. Oi!!!
    Nossa quanta emoção na resenha!
    Achei a premissa do livro interessante e sua resenha chamou muito a minha atenção para ele, que já adicionei a minha lista de quero ler, espero ter a oportunidade logo.
    Parabéns pelo post e pela maneira que expressou o que sentiu e como fluiu para você.

    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  12. Não tinha ouvido falar sobre ele ainda. Pela descrição, ele parece ser um livro meio arrastado, mas você disse que ele flui bem, então o autor deve escrever muito bem. Sem dúvidas ele te emocionou, então fiquei curiosa.

    Bjs.

    http://ciadoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Em primeiro lugar, adorei o blog! Esse livro é exatamente do jeito que eu gosto: tocante mas não chegando a ser de auto-ajuda. Pelo que li da tua resenha, me lembrou um pouco a escrita do Paulo Coelho (e eles ainda são xarás!). Já adicionei o livro à minha lista de leituras!

    Beijão! ♥
    www.opinada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor, tudo bem?
      Lembra bastante a escrita do Paulo Coelho mesmo. Inclusive, ele está na lista dos grandes nomes que inspiraram o Paulo Azevedo durante esse tempo antes de escrever o livro. Lembra bastante Augusto Cury que também está na lista.

      Grande beijo,
      Andy!

      Excluir
  14. Olá!
    Nossa, prece que o livro é bem legal mesmo! acho livros que faz tudo o que você não pensa bem legais, e sem falar que tem um toque de alto ajuda e sou bem relevante quanto a esse gênero! achei a capa bem legal, e pela editora acho que seja nova no mercado, vou anotar aqui a sua dica
    Bjsk

    ResponderExcluir
  15. Eu nunca ouvi falar desse livro, mas me parece ser muito bom.
    Espero poder ter a oportunidade de fazer a leitura.
    Mas eu não sei se pegaria para ler no momento que estou passando, até porque
    cada um tem um momento certo para ler alguns livros né? E acho que por agora não seria legal pra mim, mas eu vou anotar a dica com toda certeza, sem contar que achei a capa muito bonita.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/resenha-aposta.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou deixar o link do outro grupo ok?
      http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/resenha-na-mala-do-imigrante.html

      Excluir
  16. Olá! Parabéns pela resenha, foi bem.emotiva e deixou transparecer todo seu sentimento em relação ao livro. Fiquei interessada em ler, estou bastante curiosa para conhecer os personagens e saber mais um pouco da história. Beijos!

    http://www.livrosepergaminhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Eu adorei tudo nesse livro, e não conhecia nada dele. A única coisa que me deixa receosa com a leitura, foi o fato de falar sobre o momento certo pra ler. É tão difícil a gente saber isso. Esses tempos mesmo, eu peguei um livro que tava aqui em casa há tempo, porque achei que era a hora, e fiquei destruída. Mas gostei muito da dica e deixei anotado aqui.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  18. Olá, fico feliz que tenha gostado bastante do livro, eu não conhecia ele e nem o autor ainda então confesso que fiquei super animada para saber mais da história. Me interessei muito pela trama que parece muito contagiante, com certeza entrou para a minha lista!

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/resenha-na-mala-do-imigrante.html

    ResponderExcluir
  19. Oi. sua resenha ficou bacana, não conhecia o livro, mas não me interessei pelo enredo no momento. Eu não vejo problema numa pessoa que seja 'estagnada' como diz o livro, mas lógico, precisaria ler para compreender melhor a ideia, no entanto, acho que não é o momento.

    ResponderExcluir
  20. Oie.

    Pela sua resenha resenha o livro parece ser lindo, um história bem valiosa, mas ele não me chamou muita atenção. Mas se eu tiver oportunidade de lê-lo com certeza eu lerei.

    Mayla

    ResponderExcluir
  21. Olá,
    Depois dessa resenha emocionante, com certeza vai para a lista de desejos.
    É bom quando um livro mexe com a gente né?
    E é Ótimo descobrir novos autores.
    Adorei a dica,
    bjs
    Luana Lima
    www.blogmundodetinta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Com toda certeza,depois dessa resenha linda,não teria como ele não entrar para a lista de desejos.
    Adorei a resenha,sua dica já está anotada
    Beijos!
    http://bomlivropravc.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oiiie,

    Tenho parceria com autor e estou a espera do meu livro e ansiosa para lê-lo. Passei por cima da sua resenha, porque quero me surpreender como livro. Espero logo ter esse privilégio.

    Bjs

    ♡ Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  24. Olá,
    Puxa, ainda não tinha ouvido falar do autor mas quase consegui ver a escrita dele pela forma como você colocou na resenha.
    Amo esse livros que você começa a ler e quando vê já leu quase tudo e ainda pode aprender e refletir no caminho.
    Que bom que o autor soube trabalhar bem cada pedacinho da história e construiu tão bem os personagens :)

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
  25. Parabéns pela excelente resenha. Essa capa me deu uma agonia que meu deus, e esse titulo? Realmente instigador. Não conhecia o autor, mas acho que vou da ruma chance pra ele no que vem. Gostei muito mesmo da premissa. :D

    ResponderExcluir
  26. oi Andy,
    Percebi o quanto a leitura foi enriquecedora para sua vida e é maravilhoso quando um autor faz isso com o leitor. Mas como disse cada um tem um momento certo para ler uma obra, ainda mais essa com tamanha profundidade. Creio que não seja o meu momento, mas quem sabe num futuro próximo. Obrigada pela bela resenha e pela dica.

    Feliz 2016 cheio de saúde, paz, mor, alegrias, sucesso e boas leituras.
    Beijos
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Não tinha ouvido falar nem do livro e nem do autor, mas pelo que você escreveu é um livro muito bonito e emocionante.
    Gosto de livros que nos trazem lições e sei que iria gostar da leitura desse.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  28. Olá.
    Não conhecia o livro e achei a premissa interessante. Parece aquela história cheia de aprendizagem e lições. Fiquei muito interessada no livro, irei anotar aqui para ler em breve.

    Beijos
    Lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  29. Oi, tudo bem?

    Me interessei bastante pelo livro, e talvez seja a minha hora de lê-lo. Vou pesquisar mais sobre ele! Parabéns pela sua resenha, adorei seu blog!

    Beijinhos,
    Pizza and Books

    ResponderExcluir
  30. Oieee..
    Não conhecia o livro e gostei muito do que o enredo apresenta..
    Me anima ainda mais pela escrita ser fluida e causar grande impacto..
    Concordo com vc tem livros que existe o momento certo para se ler..
    Ótima resenha..
    Beijos...

    ResponderExcluir
  31. Parece ser um livro muito bonito e reflexivo sem ser apelativo. Não conhecia a obra e gostei muito de saber sua opinião sobre ela. Fiquei intrigada e espero ter a oportunidade de realizar a leitura um dia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  32. Oii, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro e nem o autor, mas a sua resenha foi impressionante. Tenho certeza de que o livro é comovente e ira me trazer grandes lições quando eu o ler. Com certeza está na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  33. Não conhecia o livro e nem autor, mas saiba que gostei muito do conteúdo de sua resenha, me interessando muito em ler!
    Parabéns pela resenha
    Beijos

    Viviana
    devoreumlivroeoufilme.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  34. Olá,

    Gosto e muito de estórias com esse tom mais reflexivo, que acaba abordando questões muito importantes e coniventes com nossa atual sociedade. Adorei a premissa do livro e gostei da sua resenha, sei bem como é isso de gostar tanto de um livro e não conseguir falar sobre ele.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  35. Oi,

    A estória parece retratar bem a realidade de muitas famílias e por isto me interessei muito pela obra.

    Beijos
    Jucimara Pauda
    Resenhista Linda Estante

    ResponderExcluir
  36. Oi!
    Gostei muito da resenha e desse livro, realmente a história criada pelo autor parece ser incrível e bem realista, que no final nos faz pensar bastante.
    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  37. Olá! Eu não conhecia nem o autor, editora e a obra, é a primeira vez que vejo falar de todos, pela sua resenha o livro parece incrível, não sei se leria, mas curti a capa.

    Patty

    ResponderExcluir
  38. Oi. Adorei a sua resenha resenha, mas ele não me conquistou, sabe? Quem sabe um dia eu tenha a oportunidade de lê-lo e tirar as minhas próprias conclusões né? Beijos.

    http://eicarolleia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  39. Eu tenho esse livro e estava sem coragem para ler ele, porém eu vi que você gostou e isso meu deu coragem !

    ResponderExcluir
  40. Oi!
    Não conhecia o livro mas fiquei querendo muito ler! Adoro esse tipo de livro em que a história vai se desenvolvendo e nos prendendo, e quando vemos acabou. Já entrou para a wishlist.
    Bjs!
    Quem Lê, Sabe Porquê

    ResponderExcluir